| Santiago Atitlán |

Atualizado: 15 de Mai de 2020

Quero contar uma história para vocês nessa quarentena. Em maio fez 3 anos (!!!) que fui trabalhar como voluntária numa associação de tecelãs maias chamada Cojolya. Fiquei 3 meses vivendo e trabalhando em Santiago Atitlán - Guatemala. Eu nunca tinha pensado em fazer trabalho voluntário antes, foi tudo muito rápido. Tomei a decisão e 1 mês depois estava lá. Fui sem saber muita coisa sobre Atitlán, sobre a Guatemala e sua história.

Hoje, acho que foi muito bom ter ido sem saber quase nada, ter ido no impulso foi uma parte do aprendizado que eu tinha que passar.

Cheguei em Atitlán de tarde e lembro muito bem o sentimento que me invadiu: incerteza. Onde é que eu vim parar? Será que dou conta?

Tive a sensação naquele momento que estava conhecendo uma forma distinta de viver,

entrava num outro tempo de vida, outra cadência.








18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo